A tulipomania e outras “obsessões” vegetais

À conversa com a convidada

A “obsessão” de colecionar tulipas e outras plantas de bolbo originárias do Oriente é contada no primeiro grande tratado de horticultura, Paradisi in sole paradisus terrestris, publicado em Inglaterra em 1629 e assinado por John Parkinson, herbalista inglês e apoticário do rei Jaime I.
Esta obra, profusamente ilustrada, retrata de forma “muito completa as plantas existentes no jardim inglês no princípio do século XVII”, organizando-se em três secções: jardim de flores, horta e pomar.
Algumas xilogravuras são cópias de outras, incluídas em livros de botânica de referência, entre eles Hortus floridus, de Crispijn van de Passe, levado para a Índia por agentes britânicos da Companhia das Índias Orientais durante o Império Mogol.

Orientação
Susana Neves

Próximas sessões

Sobre a atividade:

Duração: 1h30

Mínimo de participantes: 5

Máximo de participantes: 15

Língua: Português

Preço: 4,00 €

Onde:

Ponto de encontro: Museu Calouste Gulbenkian - Coleção do Fundador

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade:

Época:

Ciclo:

Tipo:

Equipa educacional: