Oficinas de desenho: Desenho no Museu

Slider de Eventos

As oficinas de desenho continuam nas salas do museu! De quinze em quinze dias, junte-se a Catarina Dias, artista visual, e explore a sua criatividade. Em cada sessão começamos por observar obras escolhidas na coleção permanente, seguindo-se exercícios específicos e um momento de desenho livre.

Conceção e orientação: Catarina Dias


SESSÕES

Continuando a nossa busca incessante sobre a observação e como estabelecer a conexão olho/mão... vamos explorar através das obras presentes no museu a nossa prática do desenho.

O desenho é uma ferramenta ativa do querer conhecer. Quantos cientistas usaram o desenho para se aproximar do seu objeto de estudo? Aproveitando o facto de celebrarmos o Dia da Terra, vamos olhar para o desenho de uma forma ligeiramente diferente, numa sessão dedicada ao biólogo norte-americano Edward Osborne Wilson (1929-2021).

Cada objeto, cada coisa à qual dirigimos a nossa atenção para desenhar, pede um ritmo, uma linha, um traço diferente... vamos explorar estas noções e muito mais.

Quando iniciamos um desenho, iniciamos um processo que nos levará ao encontro de algo que vai para lá do que pensamos estar a ver. O desenho tem a habilidade de ir até ao interior das coisas, de as dissecar e voltar a reconstruir.

Nesta sessão vamos entrar em diálogo com algumas obras da coleção do Oriente Islâmico e o exterior do Museu, onde o Jardim será o palco ideal para explorar noções de distância e detalhe, imersão no campo de observação.

Nesta sessão vamos nos aproximar de algumas noções presentes na Arte do Extremo Oriente representadas no Museu Calouste Gulbenkian pela China e Japão. O jardim será o lugar ideal para explorar essas noções.


INFO ADICIONAIS

  • Possibilidade de desconto a participantes em situação de desemprego (50%), mediante apresentação de documento comprovativo no momento da atividade, emitido há menos de 6 meses num dos seguintes idiomas: português, inglês, francês e espanhol.

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.