29 Março 2021

Aumento de anticorpos reforçado após segunda toma da vacina Pfizer/BioNTech

Instituto Gulbenkian de Ciência e o Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, E.P.E. têm vindo a colaborar em projetos de vigilância do vírus SARS-CoV-2 em profissionais de saúde. Os resultados da segunda fase do estudo da efetividade da vacina contra a Covid-19 em profissionais de saúde do CHLO revelam que 99.8% desenvolveram anticorpos de forma expressiva depois da toma da segunda dose da vacina.

Os dados revelam ainda um aumento pouco expressivo dos anticorpos ao nível da mucosa, principal fonte de contágio e transmissão da doença. Resultados levam a recomendar que não se aumente o intervalo entre tomas e que se mantenham os cuidados de proteção individual mesmo após o processo de vacinação.

Veja o que saiu na imprensa sobre este estudo:

in RTP

in Expresso

in SIC Notícias

in TSF

in Sábado

in Diário de Notícias

in Jornal de Notícias

in TVI 24