23 Novembro 2020

Novos Projetos FCT

IGC assegura financiamento de 5 projetos como líder e um como parceiro, garantindo uma taxa de sucesso 3 vezes superior à nacional.

Miguel Soares, Karina Xavier, Isabel Gordo, Rui Oliveira e Esther Novo-uzal são os investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência a quem foram atribuídas Bolsas para liderar projetos científicos. Ivo Telley, também viu o se projeto aprovado, mas este coordenado pela Universidade de Aveiro. Os projetos serão desenvolvidos por um período de três anos.

No total, em 2020, foram atribuídas, a nível nacional, 312 Bolsas no concurso de projetos de I&D da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Os 312 projetos recomendados para financiamento estão distribuídos por diferentes domínios científicos: Ciências Médicas e da Saúde – 17,6%, Ciências da Engenharia e Tecnologias – 25,3%, Ciências Naturais – 17,9%, Ciências Sociais – 12,2%, Ciências Exatas – 11,2%, Ciências Agrárias – 8,7% e Humanidades – 7,1%.

Os investigadores principais que lideram os projetos financiados são na maioria homens, representando 56,7% do total, e 13,5% são investigadores estrangeiros, de 20 nacionalidades, que trabalham em centros de investigação em Portugal e lideram 42 dos projetos selecionados.

O concurso de projetos de IC&DT em todas as áreas científicas tem uma periodicidade anual e integra o conjunto dos grandes concursos estruturantes da FCT.

Detalhes sobre resultados do concurso aqui.