24 Novembro 2020 Centro Colaborativo

Gulbenkian e Câmara de Oeiras criam ERC – Oeiras

Dia Mundial da Ciência, 24 de novembro, assinalado com protocolo entre Fundação Calouste Gulbenkian/Instituto Gulbenkian de Ciência e Câmara Municipal de Oeiras para apoiar projetos de investigação.

Isaltino Morais (CMO) e José Neves Adelino (FCG), assinatura de protocolo ERC Oeiras © Fabrice Pinto, IGC 2020

O Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, José Neves Adelino, e o Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, assinaram hoje um protocolo para a criação do “Oeiras – ERC Frontier Research Incentive Awards”, um prémio de incentivo à investigação científica. Esta iniciativa pretende apoiar a investigação fundamental, captar e reter talento no concelho de Oeiras e aumentar a atratividade de Portugal como local para fazer ciência.

O Prémio “Oeiras – ERC Frontier Research Incentive Awards” destina-se a financiar projetos de elevada qualidade que tenham apresentado candidaturas a bolsas individuais ao Conselho Europeu de Investigação (European Research Council – ERC), mas que não conseguiram garantir fundos devido a restrições no orçamento do ERC.

O Conselho Europeu de Investigação (ERC) é a principal entidade financiadora de projetos de investigação na Europa. Esses projetos são impulsionados por investigadores de todas as áreas (Ciências da Vida, Ciências Físicas e Engenharia, Ciências Sociais e Humanas) e destacam-se pelas ideias mais inovadoras e revolucionárias.

 

 

Desde 2007, mais de 9.000 projetos foram financiados pelo ERC, a partir de mais de 65.000 candidaturas. A taxa de sucesso média é de 13%, deixando muitos trabalhos brilhantes fora do financiamento.

Para contrariar esta tendência, a Câmara Municipal de Oeiras está a apoiar o Centro Colaborativo Gulbenkian do Instituto Gulbenkian de Ciência no financiamento de candidatos da ERC. O incentivo deverá ser utilizado para desenvolver dados preliminares e outras atividades de investigação para o aperfeiçoamento da proposta a fim de reapresentá-la no prazo de 3 anos.

Para concorrer é preciso que, no prazo de 10 dias úteis, após publicação dos resultados do último concurso de bolsa individual do ERC (prevista para dezembro 2020), as instituições de acolhimento do território de Oeiras contactem a Comissão de Acompanhamento constituída para o efeito e entreguem uma lista de investigadores elegíveis para o prémio, particular mente as propostas que alcançaram o estágio 2, mas não foram financiadas.

 

 

Saber mais sobre o Prémio ERC Oeiras