26 Outubro 2020

Bolsas António Coutinho 2020/2021 atribuídas a estudantes e docente de Moçambique e Cabo-Verde

Foram selecionados os Bolseiros da 2ª edição das Bolsas António Coutinho, uma iniciativa que promove o intercâmbio de investigadores e potencia soluções inovadoras para a humanidade

© Márcia Lessa, IGC 2020

Mónica Medina, Majaliwa Nashoni e Lucas Miguel são os três selecionados que iniciam os seus projetos, já a partir do mês de outubro, em Centros de Investigação em Portugal e onde desenvolverão os seus projetos de investigação ao longo dos próximos 9 a 10 meses.

Mónica Medina (BSc), é licenciada de nacionalidade cabo-verdiana e está atualmente a frequentar o Mestrado em Biologia Humana e Ambiente na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Irá participar num projeto de estudo do vírus SARS-CoV-2 no laboratório de Maria João Amorim, no Instituto Gulbenkian de Ciência.

Majaliwa Nashoni (BSc), é licenciado de nacionalidade moçambicana e está a frequentar o Mestrado em Biotecnologia no Centro de Biotecnologia da Universidade Eduardo Mondlane. Irá desenvolver o projeto “Deteção molecular e genotipagem do Helicbacter pylori em pacientes dispépticos atendidos no Hospital Central de Maputo” no laboratório de Jorge Vítor, na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

Lucas Miguel (PhD), é docente na Universidade Eduardo Mondlane e na Universidade Católica de Moçambique, de nacionalidade moçambicana, e obteve o doutoramento em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil. Irá desenvolver o projeto “Evolução Geológica de Sistemas Barreiras Holocênicos Progradantes do Litoral de Moçambique – Geoarquivos de Teleconexões Climáticas do Hemisfério Sul” em colaboração com o laboratório de Pedro José Miranda Costa, no Instituto Dom Luiz da Universidade de Coimbra.

Com foco na cooperação, capacitação e no desenvolvimento de investigação científica, as Bolsas António Coutinho são um estímulo à prossecução de carreiras científicas. São dirigidas a cidadãos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, ou seus descendentes, nas áreas das ciências da vida, ciências da saúde ou ciências exatas.

Ainda em 2020 abrirá o concurso para a 3ª Edição das Bolsas, uma iniciativa promovida pelo Instituto Gulbenkian de Ciência, no âmbito de uma parceria estabelecida com a Fundação da Família Merck e a Câmara Municipal de Oeiras , que pretende ser um estímulo à cooperação e produção de conhecimento científico.