OPEN CALL – Projeto participativo

Entre Olhares: como se faz uma exposição?

Uma parceria entre o Centro de Arte Moderna e a Biblioteca de Alcântara

Uma exposição é muito mais que um conjunto de obras de arte.

Fala-nos de artistas e de ideias, propõe experiências diversas, apresenta leituras do mundo, conta histórias, desafia e convida.

Conhecer e selecionar as obras de arte, decidir o que dizer com elas ou através delas, como as apresentar ou as colocar a dialogar umas com as outras são tarefas que habitualmente estão nas mãos dos profissionais de museus, cabendo-nos a nós, apenas, o lugar do visitante, do observador, do espectador.

De junho a dezembro, o Centro de Arte Moderna e a Biblioteca de Alcântara, convidam trabalhadores, residentes ou estudantes das freguesias de Alcântara, Ajuda, Belém, Estrela e Campo de Ourique a participar no projeto Entre olhares: como se faz uma exposição?, um projeto de curadoria participativa.

O projeto integrará um grupo diversificado de pessoas que irá conceber e realizar uma exposição com obras de arte da coleção do Centro de Arte Moderna, orientada pela artista Susana Anágua, para ser apresentada na galeria de exposições da Biblioteca de Alcântara em janeiro de 2023.

Uma parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian e a Câmara de Lisboa, este projeto é um espaço aberto à diversidade de experiências de vida, saberes e interesses. Procura pessoas criativas, que gostem de desafios e que tenham vontade de trabalhar em grupo. Não é necessário ter conhecimento ou experiência anterior na área artística.

A participação é gratuita. As candidaturas estão abertas até 15 de junho, e os resultados serão comunicados por e-mail ou telefone até 21 de junho.

Candidatar

 

 

Duração do projeto

O projeto decorre em duas fases, de junho a julho e setembro a dezembro de 2022, com uma interrupção no mês de agosto, em sessões de três horas na Fundação Calouste Gulbenkian e na Biblioteca de Alcântara.

Datas das sessões da primeira fase:
24 e 25 de junho,
1,2, 8, 9 e 23 de julho.
As sessões decorrem entre 15:00 e as 18:00.

As datas das sessões da segunda fase, a decorrer entre setembro e dezembro, ainda estão por confirmar.

 

Quem pode participar?

Todas as pessoas maiores de 16 anos que trabalhem, estudem ou residam nas freguesias de Alcântara, Ajuda, Estrela, Campo de Ourique e Belém e/ou sejam utilizadoras da Biblioteca de Alcântara.

 

Perguntas Frequentes

Não. Este projeto procura trabalhar o território de intervenção da Biblioteca de Alcântara e por isso tem um âmbito e local específicos.

Em média, o projeto ocupará 3 tardes por mês (cerca de 9 horas), entre junho e dezembro de 2022 (com pausa em Agosto), mas poderá haver momentos de maior intensidade dependendo da fase dos trabalhos. Os participantes terão de assistir pelo menos a 80% das sessões.

Sim, quem completar o programa receberá um certificado de participação.

Sim, as sessões serão em português. Os participantes não têm de ser fluentes, mas terão de ter um nível intermédio de compreensão da língua.

As sessões decorrem maioritariamente na Biblioteca de Alcântara e na Fundação Calouste Gulbenkian, embora possa haver visitas de estudo a outros equipamentos culturais.

As candidaturas estão abertas apenas a maiores de 16 anos, feitos até à data de encerramento das candidaturas.

Parceria

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.