Seminário «Realism Without Authority»

Nos próximos dias 1 e 4 de abril, a Maumaus, em parceria com o Centro de Arte Moderna, realiza o seminário «Realism Without Authority», que decorre na Sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian.
Julian A.M.P., «Growing Underneath Knowledge», 2010

Em parceria com o Centro de Arte Moderna, a associação cultural Maumaus desenvolveu o seminário Realism Without Authority [Realismo sem Autoridade], que irá ter lugar na Sala 1 da Fundação Calouste Gulbenkian nos dias 1 e 4 de abril, entre as 10:00 e as 17:00. O seminário decorre em inglês.

Tendo como ponto de partida, como o título indica, os conceitos de realismo e autoridade, o seminário irá explorar as ruturas entre a o realismo como trajetória estética e a autoridade como um discurso de poder que rege a produção e a disseminação do conhecimento. O programa procura ainda analisar de que forma a arte desafia o conhecimento, especialmente o conhecimento em relação à «política» como um campo especializado e deslocado da atividade cultural.

O programa será apresentado por Amanda Boetzkes, professora de História e Teoria da Arte Contemporânea na Universidade de Guelph, no Canadá. A inscrição é gratuita, limitada aos lugares disponíveis. As inscrições deverão ser enviadas para [email protected] até 24 de março de 2022, juntamente com um CV resumido.

Flyer do evento

BIOGRAFIAS

Amanda Boetzkes é professora de Contemporary Art History and Theory na University of Guelph (Canadá). Entre 2021 e 2022, é Senior Fellow da C:O/RE (Cultures of Research, Käte Hamburger Kolleg) na University of Aachen (Alemanha). A sua investigação centra-se na relação entre a perceção e a representação, nas teorias da consciência e na ecologia. Boetzkes tem analisado a complexidade entre as relações humanas e o ambiente através das lentes da estética, dos padrões do desperdício humano e da economia energética global. É a autora de Plastic Capitalism: Contemporary Art and the Drive to Waste (MIT Press, 2019), The Ethics of Earth Art (University of Minnesota Press, 2010) e Ecologicity: Vision and the Planetarity of Art (no prelo). É responsável pela edição de Artworks for Jellyfish (Noxious Sector, 2022), Heidegger and the Work of Art History (Routledge, 2014) e de um futuro volume de Art’s Realism in the Post-Truth Era (2023). Entre os seus projetos atuais destaca-se At The Moraine, que examina os modos de visualização de determinados contextos, com um foco nos territórios indígenas do Norte Circumpolar.     

Fundada em 1992, a Maumaus é uma plataforma independente sediada em Lisboa que promove a produção, a discussão e a divulgação de conhecimento relacionado com a arte contemporânea. Entre as suas atividades, reconhecidas internacionalmente, destacam-se o Programa Independente de Estudos das Artes Visuais, o Programa Internacional de Residências, o espaço expositivo Lumiar Cité e a produção regular de conferências e seminários.  

Atualização em 22 março 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.