António Palolo, 1963-1995

Em novembro de 1995, o Centro de Arte Moderna inaugurou uma exposição dedicada a António Palolo, destacando as obras produzidas pelo artista entre 1963 e 1995. Enquanto o CAM está fechado, convidamos a revisitar mensalmente uma exposição passada.
António Palolo, Sem título, 1982. Inv. 83P571

A 28 de novembro de 1995, o Centro de Arte Moderna abriu ao público uma exposição retrospetiva dedicada à obra de António Palolo (1946-2000). Comissariada por Helena de Freitas, a exposição acompanhou a produção do artista realizada entre 1963 e 1995 e contou com obras de várias instituições e coleções particulares.

 

Vista da exposição. CAM, 1995

 

Com início no átrio do CAM, onde se apresentavam cinco pinturas recentemente terminadas, a exposição foi organizada de acordo com os momentos cronológicos que marcaram a obra do artista, desde o início da sua produção, na década de 1960, ao retorno à abstração nos anos de 1990. Reuniram-se um total de 120 obras, incluindo uma instalação, vertente menos conhecida na carreira do artista.  

Na altura da exposição, a Coleção do CAM contava já com 18 obras da sua autoria – sete das quais, entre pinturas e desenhos, foram mostradas na altura –, tendo-se adquirido mais quatro na sequência da mesma. Atualmente, o CAM reúne mais de quatro dezenas de obras de Palolo, incluindo obras em vídeo.

 

Vista da exposição. CAM, 1995

 

A exposição foi acompanhada de um catálogo com textos de vários autores, além de uma folha de sala assinada pela comissária. Seguiu-se um completo programa de visitas orientadas, bem como a apresentação do filme António Palolo. Ver o Pensamento a Correr.


História das Exposições

No catálogo digital, pode explorar as 1343 exposições de arte organizadas pela Fundação entre 1957 e 2016.

Saber mais
Atualização em 15 dezembro 2021

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.