PROCULTURA – Apoio à mobilidade internacional de artistas dos PALOP e Timor-Leste

Este concurso pretende apoiar a participação de artistas dos PALOP e Timor-Leste em programas de residências artísticas internacionais, na Europa, Brasil, Austrália ou países vizinhos dos PALOP e Timor Leste, através da atribuição de subsídios de viagem, incentivando a sua circulação internacional.

Candidatura

Este apoio destina-se a artistas dos PALOP e Timor-Leste para a frequência de residências artísticas fora dos seus países, na área da música e artes cénicas.

Documentos


RESULTADOS

  • Francisco Fumo, Música, de Moçambique, residência em Neojiba – Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, Brasil
  • Hilário Manhiça, Música, de Moçambique, residência na Escola Superior de Educação de Lisboa, Portugal
  • Mara Costa, Artes Cénicas, de Cabo Verde, residência em Na Luta e no Luto, Largo Residências, Lisboa, Portugal
  • Nilégio Cossa, Dança, de Moçambique, residência em Sceneindgangen. Center for Jazz and Contemporary Dance, Dinamarca
  • Yannick Pimenta, Artes Cénicas, de Cabo Verde, residência em Associação Cultural Cem Palcos, Viseu, Portugal
  • Ernesto Langa, Artes Cénicas, de Moçambique, residência em Fadunito Street Arts / Street Performing Arts Summer Academy, Catalunha, Espanha
  • Mai Nhapulo, Dança, de Moçambique, residência em Centre national de danse contemporaine d' Angers, França
  • Mateus Nhamuche, Artes Cénicas, de Moçambique, residência em First Body, Universidade da Paz, Brasília, Brasil
  • Tanyel Viegas, Dança, de São Tomé e Príncipe, residência no Teatro Viriato, Viseu, Portugal
  • Maria Herminda Nela, Música, de Moçambique, residência na Escola Superior de Música de Lisboa, Portugal
  • Milton Fonseca, Artes Cénicas, de Cabo Verde, residência em Na Luta e no Luto, Largo Residências, Lisboa, Portugal
  • Livigia Monteiro, Dança, da Guiné-Bissau, residência na Companhia Dança Olga Roriz, Portugal

Financiamento

O montante máximo de subsídio de viagem a atribuir será de 1.750€, por artista.

No caso dos cidadãos timorenses, a bolsa poderá ir até aos 2.750€ no caso da residência artística se realizar fora da Ásia.

 

Condições de elegibilidade

  • São elegíveis candidaturas de cidadãos nacionais, e residentes, de um país dos PALOP (Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe) ou de Timor-Leste, para residências artísticas nas áreas da música (criação ou interpretação de música vocal, instrumental ou eletrónica) e/ou artes cénicas (criação ou apresentação em teatro, dança, artes circenses, ópera e performance).
  • Os candidatos devem, previamente, apresentar candidaturas a instituições de acolhimento de residências artísticas, na Europa, no Brasil, na Austrália ou em países que partilhem fronteiras com os PALOP e Timor-Leste.
  • O pagamento efetivo da bolsa de viagem ao candidato dependerá de prova de admissão à residência artística.
  • As residências artísticas devem realizar-se no período máximo de doze meses a partir da data da atribuição da bolsa de viagem. Após este período, a bolsa caducará caso o candidato não apresente justificação suficiente. Neste caso, a aceitação da justificação será da responsabilidade da Fundação Calouste Gulbenkian, não sendo passível de recurso.

 

Como concorrer

  • As candidaturas só podem ser apresentadas em formulário próprio – disponível nesta página em Formulário de candidatura-, bem como o envio de documentação suplementar (curriculum do artista, carta de motivação, programa detalhado da residência artística a que se candidata e carta de recomendação);
  • Faça login para criar uma conta;
  • Clique no formulário próprio. Será criado o seu processo.

Leia atentamente o regulamento antes de submeter a candidatura.

 

Prazos de candidaturas

  • As candidaturas só são aceites até às 12:00 (hora de Lisboa) do dia 30 de setembro de 2022.
  • Aconselhamos a que não deixe a sua candidatura para os últimos dias do prazo.

 

O PROCULTURA é uma ação financiada pela União Europeia que tem como objetivo contribuir para o aumento do emprego em atividades geradora de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e Timor-Leste.


Atividade 1.2 Concursos de bolsas internacionais para residências artísticas nas áreas da música e artes cénicas

Promoção do emprego nas atividades geradoras de rendimento no setor cultural nos PALOP e Timor-Leste

Ação financiada por:

Ação cofinanciada e gerida por:

Ação cofinanciada por:

Atualização em 29 novembro 2022

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.