PROCULTURA – Apoio à mobilidade internacional de artistas dos PALOP e Timor-Leste

Este concurso pretende apoiar a participação de artistas dos PALOP e Timor-Leste em programas de residências artísticas internacionais, na Europa, Brasil, Austrália ou países vizinhos dos PALOP e Timor Leste, através da atribuição de subsídios de viagem, incentivando a sua circulação internacional.

Candidatura

Este apoio destina-se a artistas dos PALOP e Timor-Leste para a frequência de residências artísticas fora dos seus países, na área da música e artes cénicas.

Documentos


Resultados

3.ª Edição

Amélia Ngueve, Angola
Residência em artes cénicas na Estufa, Portugal

Renata Torres, Angola
Residência em artes cénicas no Hangar, Portugal

Yuck Miranda, Moçambique
Residência em artes cénicas na Companhia de Teatro João Garcia Miguel, Portugal

Cesária Vuende, Moçambique
Residência em artes cénicas na Companhia de Teatro João Garcia Miguel, Portugal

Elisabete Fernandes, Cabo Verde
Residência em dança na Companhia Clara Andermatt, Portugal

Rosy Tavares, Cabo Verde
Residência em dança, no Um coletivo, Portugal

Bruno Amarante, Cabo Verde
Residência em dança, no Campus Paulo Cunha e Silva, Festival DDD, Portugal

Estêvão Chissano, Moçambique
Residência em música, nos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, Brasil

Adérito Furtado, Cabo Verde
Residência em música, no movimento cultural Arte Manhã, Brasil

Romisio Indi, Guiné-Bissau
Residência em música, na Associação de Promoção Social Bantaba, Itália

Wilson da Silva, Guiné-Bissau
Residência em música na L'associazione Tunan Capoeira e Arte, Itália

Venâncio Bande Júnior, Moçambique
Residência em música na Associazion Quintal, Itália

Horácio Bande, Moçambique
Residência em música na Escola de Música da UFBA, Brasil

 


O PROCULTURA é uma ação financiada pela União Europeia que tem como objetivo contribuir para o aumento do emprego em atividades geradora de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e Timor-Leste. 

 

Financiamento

O montante máximo de subsídio de viagem a atribuir será de 1.750€, por artista.

No caso dos cidadãos timorenses, a bolsa poderá ir até aos 2.250€ no caso da residência artística se realizar fora da Ásia.

 

Condições de elegibilidade

  • São elegíveis candidaturas de cidadãos nacionais, e residentes, de um país dos PALOP (Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe) ou de Timor-Leste, para residências artísticas nas áreas da música (criação ou interpretação de música vocal, instrumental ou eletrónica) e/ou artes cénicas (criação ou apresentação em teatro, dança, artes circenses, ópera e performance).
  • Os candidatos devem, previamente, apresentar candidaturas a instituições de acolhimento de residências artísticas, na Europa, no Brasil, na Austrália ou em países que partilhem fronteiras com os PALOP e Timor-Leste.
  • O pagamento efetivo da bolsa de viagem ao candidato dependerá de prova de admissão à residência artística.
  • As residências artísticas devem realizar-se no período máximo de doze meses a partir da data da atribuição da bolsa de viagem. Após este período, a bolsa caducará caso o candidato não apresente justificação suficiente. Neste caso, a aceitação da justificação será da responsabilidade da Fundação Calouste Gulbenkian, não sendo passível de recurso.

 

Como concorrer

  • As candidaturas só podem ser apresentadas em formulário próprio – disponível nesta página em Formulário de candidatura-, bem como o envio de documentação suplementar (curriculum do artista, carta de motivação, programa detalhado da residência artística a que se candidata e carta de recomendação);
  • Faça login para criar uma conta;
  • Clique no formulário próprio. Será criado o seu processo.

Leia atentamente o regulamento antes de submeter a candidatura.

 

Prazos de candidaturas

  • As candidaturas só são aceites até às 23:59 do dia 30 de novembro de 2021.
  • Aconselhamos a que não deixe a sua candidatura para os últimos dias do prazo.
  • Os resultados serão divulgados em meados de fevereiro de 2022.

Atividade 1.2 Concursos de bolsas internacionais para residências artísticas nas áreas da música e artes cénicas

Promoção do emprego nas atividades geradoras de rendimento no setor cultural nos PALOP e Timor-Leste

Ação financiada por:

Ação cofinanciada e gerida por:

Ação cofinanciada por:

Utilização de Cookies

Definições de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.
Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Definições de cookies" abaixo.