Condições de utilização

A Biblioteca de Arte disponibiliza um fundo documental diversificado e um conjunto de serviços, cuja utilização é regulada pelas seguintes condições.

 A Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, pela especificidade das suas coleções, destina-se a utilizadores que necessitem de informação especializada em história da arte e artes visuais:

  • Estudantes do ensino profissional artístico
  • Estudantes do ensino superior
  • Professores
  • Mestrandos e doutorandos
  • Investigadores
  • Artistas
  • Galeristas e colecionadores
  • Críticos de Arte
  • Conservadores
  • Curadores

Cartão de Leitor

A utilização regular dos serviços de leitura da Biblioteca de Arte requer a posse de um cartão de leitor que é pessoal e intransmissível.

O cartão contém um código que identifica o leitor, sendo a sua utilização necessária nos procedimentos de requisição de obras, assim como para aceder aos outros espaços de consulta da Biblioteca de Arte.

 

Como se obtém o cartão de leitor

Para obter o cartão de leitor é necessário o preenchimento de uma ficha de pré-inscrição, disponível em qualquer dos computadores situados na zona de entrada da Biblioteca de Arte.

Os dados da ficha de pré-inscrição são confidenciais e de uso exclusivo da Biblioteca de Arte, para a realização de estudos de utilizador.

A confirmação da inscrição e o levantamento do cartão são realizados no Serviço de Referência.

O cartão de leitor é gratuito.

 

Renovação do cartão

O cartão de leitor é válido durante um ano e a sua renovação é realizada pelo Serviço de Referência.

No caso dos leitores dos Gabinetes de Investigação, a validade e a renovação do cartão de leitor são determinadas de acordo com o tempo autorizado de ocupação destes espaços.

A realização de uma segunda via do cartão de leitor implica o pagamento de uma taxa de 5€ (ver Tabela de Preços).

A Biblioteca de Arte reserva-se o direito de não renovar ou de cancelar o Cartão de Leitor, sempre que o seu titular não tenha respeitado as Condições Gerais de Acesso e de Utilização, em vigor.

 

Condições de utilização

Os espaços de consulta e leitura da Biblioteca de Arte destinam-se exclusivamente à consulta do seu fundo documental. Não é permitida a entrada e a consulta de obras provenientes do exterior.

Por razões que se prendem com a segurança interna da Fundação, pode ser restringida a entrada de pessoas e bens nos espaços da Biblioteca de Arte.

A Biblioteca de Arte é um espaço dedicado ao estudo e investigação, cujo ambiente deve convidar à concentração. Como tal, não é permitida a realização de trabalhos de grupo nas salas de leitura.

Nas salas de leitura da Biblioteca de Arte não é permitido fumar, comer, beber ou alterar a colocação dos móveis e equipamentos aí disponíveis. Os telemóveis deverão estar em silêncio.

Não é permitida a entrada de chapéus-de-chuva, malas/sacos/mochilas cujas dimensões ultrapassem os 43 x 32 x 16 cm (dimensões de referência) e casacos/gabardinas, bem como de objetos que possam ser considerados perigosos.

Todos os objetos pessoais interditos deverão ser entregues no bengaleiro situado no átrio exterior da Biblioteca de Arte.

É permitida a utilização de computadores portáteis pessoais.

Por razões de conservação, não é permitido escrever, sublinhar, anotar ou fazer decalques sobre as obras em consulta, dobrar folhas, forçar as encadernações ou praticar quaisquer outros atos prejudiciais à preservação das espécies.

Cada leitor é responsável pelas obras requisitadas desde a sua receção até à sua devolução e conferência por parte dos funcionários de atendimento.

Não são permitidas permutas ou cedência de obras, nem o transporte, ainda que temporário, das espécies para fora das salas de leitura.

Cada leitor deve comunicar ao funcionário de serviço qualquer anomalia ou deficiência detetada nas espécies em consulta ou nos equipamentos que utiliza.

Todas as orientações e recomendações de consulta e manuseamento de espécies e equipamentos, transmitidas pelos funcionários de atendimento deverão ser cumpridas.

Todo o fundo documental está disponível para pesquisa através do Catálogo informatizado, que permite também a sua requisição e empréstimo para consulta nos espaços da Biblioteca de Arte (Sala de Leitura, Sala de Leitura de Reservados, Espaço Multimédia e Gabinetes de Investigação).

A requisição de obras reservadas (livro antigo, obras únicas ou edições raras e especiais, documentos de acesso restrito por razões legais e espécies frágeis) deve ser feita manualmente, sendo a sua consulta realizada na Sala de Leitura de Reservados (piso 01) e condicionada a autorização prévia.

A consulta de material multimédia é realizada no Espaço Multimédia.

A Biblioteca de Arte exige condições mais restritas de acesso de pessoas e bens e de utilização dos espaços da Sala de Leitura de Reservados e dos Gabinetes de Investigação.

Para mais informações consulte as condições específicas de acesso a estas salas.