Estreia do filme «O Bosque»

Seguido de conversa com os artistas Fernando Mota, Margarida Botelho e Mário Rainha Campos

Com interpretação em língua gestual portuguesa

Event Slider

No âmbito da celebração do Dia Internacional dos Museus propomos uma história de musear diferente, capaz de nos fazer reimaginar e revisitar o mundo natural à nossa volta. Há histórias de musear que nascem fora do museu, no meio da natureza, nas profundezas da terra, relembrando-nos a importância da raiz da vida, dos sonhos que se semeiam para podermos renascer!

Inspirada na obra de Alberto Carneiro Uma floresta para os Teus Sonhos, da coleção do Centro de Arte Moderna, e no «manifesto para uma arte ecológica» escrito por este artista,  O Bosque é uma fábula vegetal, na qual uma semente nos conta como é esperar no escuro do inverno e crescer em direção à luz da primavera, na certeza que se tornará na grande árvore-família dos nossos sonhos!

Uma criação original de Fernando Mota e Margarida Botelho, germinada em pleno confinamento dentro de um bosque, para nos devolver a importância de respirar e renascer.


FICHA TÉCNICA

Texto e criação plástica Margarida Botelho
Música, instrumentos e desenho de som Fernando Mota
Vozes e figuração Margarida Botelho e Gabriel Campos
Direção de fotografia e captação de imagem Mário Rainha Campos
Edição e montagem de vídeo Inês Janeiro
Colaboração científica Professora Isabel Rainha
Interpretação em língua gestual portuguesa Teresa Figueiredo


Mecenas das Atividades Educativas do Museu