Coro Gulbenkian A Cappella

Alma Nova

Slider de Eventos

A expressão latina sol lucet omnibus, mais comummente reconhecida como “o sol, quando nasce, é para todos”, representa o direito universal que temos de usufruir dos dons da natureza. Tendo como base a temática do ano novo, Alma Nova é o espelho desta, agora, expressão popular, transmitindo a ideia de que também na música existe pluralidade de utilizações e reconstruções que vêm, muitas vezes, quebrar com o que havia sido feito no passado. Representando a diversidade estão obras de Amy Beach, Eric Whitacre e Sarah Quartel, do outro lado do Atlântico, além de Britten, Mendelssohn, Poulenc, Holst, Reger e Schumann, na Europa. O programa conta ainda com a mais emblemática obra coral a capella de C. V. Stanford e um espirituoso brinde de Rossini ao novo ano.


Programa

Coro Gulbenkian
Inês Tavares Lopes Direção

Alma Nova

Eric Whitacre
Lux aurumque

Benjamin Britten
A Hymn to the Virgin

Felix Mendelssohn-Bartholdy
Weihnachten, op. 79 n.º 1
Am Neujahrstage, op. 79 n.º 2

Max Reger
Nachtlied, op. 138 n.º 3

Thomas Tallis
O nata lux

Gustav Holst (arr. Jorge Leiria)
In the Bleak Midwinter

Amy Beach
Peace I Leave with You, op. 8, n.º 3

Felix Mendelssohn-Bartholdy
Denn er hat seinen Engeln

Francis Poulenc
O magnum mysterium, FP 152 n.º 1

Sarah Quartel
Sanctum: Lux aeterna

Francis Poulenc
Seigneur, je vous en prie, FP 142 n.º 3

Robert Schumann
Zuversicht, op. 141, n.º 3

Charles Villiers Stanford
Magnificat, op. 164

Gioachino Rossini
Toast pour le nouvel an


Mecenas Principal Gulbenkian Música